domingo, 31 de maio de 2015

Conselho de Adélia Prado:

(Imagem do filme: A Cor Mais Quente é Azul)

"Queira o amor feinho, doido por sexo, 
que tudo que não fala faz. 
Ele não tem ilusão, apenas esperança.
O amor feinho abraça detrás do muro, levanta a saia, amoroso e doido. 
Faz desesperar com a sua língua quente no pescoço. 
O amor feinho te apreende com memória imperecível, 
te desnuda e faz bonita... 
Não é feito para casar,
porque está constantemente amanhecendo."

("Licença poética")

Nenhum comentário:

Postar um comentário