sábado, 20 de fevereiro de 2016

Nexo

(Autoria da imagem não identificada - Vista em: www.brasilfantastico.tumblr.com)

Não insistas em dizer que não há nexo
E nenhum pouco de amor...
Se temes estar aqui
Podes me amar desse submundo teu
Sob essa falsa escuridão
Na qual te escondes
Que espero
Não consigo me encontrar
Nos motivos para te esquecer
Nada é suficiente para me saciar de ti
Acompanho-te neste teu universo Fausto
Fato...
O meu amar
O meu querer lhe afetam
Mesmo quando te afastas
Sempre fomos veementes
Penso-te enquanto tens dúvidas
Enquanto tens medo
Encho-me de coragens
Lembro-me e a ti
Do impossível em nós
Enquanto tentas se e me esquecer
Eu estou em ti
Tu estás em mim
Como Anhangá e Ticé
E fim

Nenhum comentário:

Postar um comentário